TOP

10 cuidados para viver com mais saúde

 

 

Alimentar-se direito, respeitar as horas de sono, praticar atividades que fazem você relaxar e ficar mais feliz, fazer check-up todo ano, ter amigos, passar um tempo com a família… Se pensar bem, você vai ver que cuidar da sua saúde não é nenhum bicho de sete cabeças ou algo que precisa ser planejado ou feito apenas nas férias ou no fim de semana. Que nada, isso também pode ser realizado em qualquer dia e horário, nas situações mais rotineiras. Quem dá 10 boas dicas do que fazer para se manter saudável é o médico de família Celso Guimarães de Andrade, diretor da Clínica Aspin, em São Paulo.

 

 

Acompanhe e comece a colocar em prática já:

 
1. Esteja grávida ou não, maneire no açúcar, na fritura, nos embutidos, no café e, em caso de alergia ou intolerância, no leite, no glúten e no amendoim.

 
2. Exercite-se regularmente, pois a atividade física tem tanto impacto na qualidade de vida quanto deixar de fumar. Mas se exagerar, o efeito é contrário e ela pode acabar virando uma fonte de estresse, que aumenta a produção de radicais livres e acelera o envelhecimento. Na prática, caminhar 150 minutos por semana já é suficiente para liberar neurotransmissores e hormônios que favorecem o bem-estar e a saúde mental e física.

 
3. Respeite seu sono. Para ter uma ideia, dormir em média oito horas por dia, em ambiente escuro e tranquilo, ajuda a regular hormônios e neurotransmissores que atuam positivamente no organismo.

 
4. Coma de três em três horas não só para evitar a gula, mas também o estresse. Isso porque, ao ficar em jejum, o corpo produz adrenalina para ativar a liberação de glicose pelo fígado, o que pode levar a um estresse desnecessário e à fadiga.

 
5. Tome cerca de 2 litros de água por dia, porque o líquido funciona como veículo de transporte para quase todos os nutrientes e ainda facilita a eliminação de toxinas pelo corpo.

 
6. Fuja dos focos de estresse, aqueles desnecessários, evitando, por exemplo, discutir política, futebol ou religião com quem não vive disso.

 
7. Faça check-up anualmente para monitorar sua saúde e converse com seu médico sobre a necessidade de realizar exames complementares levando em conta seu estilo de vida e histórico familiar.

 
8. Sempre que possível, tire uma sesta: ela melhora a memória, o aprendizado, o humor e até a produtividade no trabalho!

 
9. Faça o que você gosta. Afinal, atividades prazerosas, realizadas sem cobrança ou estresse, dão força e motivação para suportar melhor as pressões do dia a dia. E boas opções não faltam: vale fazer um curso de mosaico, aprender a cozinhar, visitar um museu, folhear revistas numa livraria… Seja qual for a escolha, o importante é relaxar e criar a oportunidade de se relacionar com pessoas e ambientes diferentes.

 
10. Reveja seus hábitos. Pequenas alterações na rotina ajudam a combater a monotonia e dão uma boa revigorada, além de trazerem benefícios à saúde.
E saiba que nunca é tarde para mudar e que os resultados dessas ações aparecem rapidamente, geralmente em forma de aumento na disposição física, melhora da respiração, do paladar…

 

 

Acesse o link do Portal Atmosfera Feminina: https://www.atmosferafeminina.com.br/Saude/Saude_para_todos/Check_up/10_cuidados_para_viver_com_mais_saude

Read More
TOP

Pasta proteica para o pós-treino

 

 

Para que você tenha uma boa recuperação, depois do treino intenso de corrida de rua, além de descansar adequadamente (dando tempo para o corpo voltar ao normal), é importante que você saiba o que colocar no prato. É claro que o carboidrato é importante para repor as energias, mas investir na proteína após as passadas, também é uma boa pedida para que você se recupere.

 

Ela é ótima reparadora dos tecidos. Assim, quando você ingere alimentos que tenham pouca ou nenhuma proteína, sua recuperação é ruim. Anote aí: é preciso ficar atento ao consumo desse nutriente para que você ganhe rendimento na corrida. Caso contrário, seu treino não resultará em melhor performance, ganho de massa muscular ou força.

 

Dentre os alimentos ideias para esse período está a pasta proteica com soja e castanha de caju, produto comercializado pela Vittadely. Isso porque em uma xícara de soja torrada você tem 20g de proteína, ótima quantidade para a reposição pós-treino.

 

Mas ela deve estar combinada a outro grão para causar esse efeito benéfico. No caso da pasta proteica a escolhida é a castanha de caju. Com essa dupla os bons resultados aparecem.

 

Em uma xícara de castanha de caju você encontra 21g de proteína, assim como eletrólitos (sódio e potássio), que são perdidos durante os treinos pelo suor e precisam ser repostos.

 

(Fonte: Rute Mercurio, nutricionista da Clínica Aspin, pós-graduada em Nutrição Funcional, Nutrição Ortomolecular e Nutrição Clínica e membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional)

 

Acesse o link do Portal O2porminuto: https://o2porminuto.ativo.com/corrida-de-rua/nutricao/pasta-proteica-para-o-pos-treino/

 

Read More